16 de out de 2008

Acessibilidade » Desenho universal


Acessibilidade » Desenho universal
Na década de 60, em Washington – EUA foi criada uma comissão para a construção do conceito “Desenho Livre de Barreiras”, se construindo uma concepção ideológica para o desenho de equipamentos, edifícios e áreas urbanas, com foco na qualidade de vida e conforto dos usuários.
O conceito de desenho livre de barreiras acabou evoluindo para o “Desenho Universal”, pois é destinado a atender qualquer pessoa, inclusive as pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. Pode-se entender como uso igualitário e democrático dos espaços urbanos, pois visa evitar que barreiras físicas venham a existir, impedindo a segregação social. De acordo com as definições de Ron Mace (1991), “Pensar no Desenho Universal é criar de ambientes e produtos que podem ser usados por todas as pessoas na sua máxima extensão possível”.
Segundo a ABNT Associação Brasileira de Normas e Técnicas (NBR-9050:2004) Desenho Universal é “Aquele que visa a atender à maior gama de variações possíveis das características antropométricas e sensoriais da população”.
Portanto, o Conceito de Desenho Universal está baseado nos seguintes princípios:
Uso Eqüitativo:
Flexibilidade de Uso:
Uso simples e intuitivo:
Informação perceptível:
Tolerância ao erro:
Baixo esforço físico:
Tamanho e espaço para aproximação e uso:

Nenhum comentário: