2 de jun de 2009

Vai Encarar? A nação (quase) invisível de pessoas com deficiência...

Claudia Matarazzo escreveu o livro Vai Encarar? A Nação (quase) Invisível de Pessoas com Deficiência..., com consultoria da vereadora Mara Gabrilli. O Brasil tem mais de 30 milhões de pessoas com deficiência, de acordo com os dados do último censo realizado em nosso País, em 2000, ou seja, 14,5% da população brasileira possui algum tipo de deficiência. Isso quer dizer que uma em cada oito pessoas tem algum tipo de dificuldade crônica. Dessas 30 milhões de pessoas, 48% são deficientes visuais, 27% são deficientes físicos ou com mobilidade reduzida, 16% tem algum tipo de deficiência mental e 8% são deficientes auditivos. Porém, muito pouco se sabe sobre estes públicos. Quem são estas pessoas? Como gostam de ser tratadas? Quais são suas dificuldades e desejos? E, o mais importante: como a comunidade e o Estado devem lidar com elas a ponto de facilitar suas vidas e enriquecer a vida da comunidade pela convivência com a diversidade.

É com esta proposta que chega às livrarias de todo País o livro “Vai Encarar? – A Nação (quase) invisível de pessoas com deficiência”, pela editora Melhoramentos. “As pessoas com deficiência realmente são diferentes em alguns aspectos e, se por um lado estão acostumadas a uma série de dificuldades e conseguem superar contratempos e situações incríveis, há apenas uma coisa que nenhuma delas administra facilmente e do que todas, sem exceção se queixaram: elas preferem os obstáculos físicos e concretos do que a polida barreira da indiferença usada para ‘não invadir’ ou ‘ofender’ - e que acaba revestindo-as com uma dolorosa capa de invisibilidade”, afirma Claudia Matarazzo.

Em “Vai Encarar? – A Nação (quase) invisível de pessoas com deficiência”, a autora se preocupa em abordar temas simples, mas que podem fazer toda a diferença para o cotidiano das pessoas com deficiência. Dicas práticas de como receber um amigo ou um profissional com deficiência em sua casa ou empresa, suaves adaptações do ambiente, as novas tecnologias disponíveis, namoro e vida sexual, entre outras, se mesclam com importantes informações sobre o papel do Estado na inclusão social e dados que revelam o cenário brasileiro frente a essa questão.

Para a consultora do livro Mara Gabrilli “faltava uma publicação assim no mercado, que abordasse a questão da deficiência de maneira sensível e ao mesmo tempo prática, facilitando a aproximação e conseqüentemente a naturalidade ao lidar com essas questões”, explica. O livro traz ainda perfis e histórias de pessoas com deficiência, entre eles Helio e Kenia, um casal de anões que moradores do Campo Belo, Daniel Monteiro, cego e usuário de cão-guia, Gustavo Pimenta, paralisado cerebral, presidente de uma ONG que incentiva a educação, entre outros. Audiolivro – encartado no livro há um audiolivro com narração da própria autora.

Bibliotecas públicas e entidades interessadas em adquiri-lo poderão faze-lo gratuitamente encomendando-o diretamente ao Instituto Vivo que apoia a confercção e distrbiuição desse material.

Sobre a autora: Jornalista, formada pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, Claudia Matarazzo recebeu o Prêmio Abril de jornalismo. Apresentou programas de rádio e televisão, onde ainda costuma atuar como comentarista, atualmente escreve para a AT Revista da Tribuna de Santos e para a Gazeta Mercantil em São Paulo e é colunista de diversos outros veículos.

Após o sucesso de seus livros sobre moda e comportamento, a paulistana Claudia Matarazzo percorre todo o país ministrando palestras sobre etiqueta social e empresarial.

Sobre a consultora: Mara Gabrilli, 41 anos, é publicitária, psicóloga, foi a 1ª Secretária municipal da Pessoa com Deficiência e vereadora pelo PSDB na Câmara Municipal de São Paulo. Empreendedora social, preside o Instituto Mara Gabrilli, ONG que apóia atletas com deficiência, promove o Desenho Universal e fomenta pesquisas científicas desde 1997. Foi avaliada como a segunda melhor vereadora paulistana, entre os 55 vereadores, por estudo da ONG Voto. Foi a mulher mais votada do Brasil nas Eleições 2008 com 79.912 votos. Gabrilli assina coluna mensal para a revista TPM e comanda o programa de rádio Derrubando Barreiras: acesso para todos na Eldorado AM. Foi eleita Paulistana do Ano (2007) pela revista Veja São Paulo, entre outros títulos recebidos.
Fonte: www.vereadoramaragabrilli.com.br

Nenhum comentário: