8 de ago de 2009

Campanha de acessibilidade mobiliza times de futebol

Antes de começar a partida deste sábado (8) pela série B do Campeonato Brasileiro de Futebol contra o Campinense Clube, da Paraíba, o Clube de Regatas Vasco da Gama fará a adesão à campanha "Acessibilidade: Siga essa Idéia", promovida pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República.

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, vai assinar um termo de compromisso e anunciar que pretende fazer reformas para tornar o estádio mais acessível a pessoas com deficiência. Antes de a bola rolar, crianças e adultos darão uma volta olímpica no campo com a bandeira da campanha.

A idéia é gerar imagens para serem veiculadas pelas emissoras de televisão. A procura dos clubes de futebol é "uma estratégia de visibilidade", explica Denise Granja, presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (Conade). Segundo ela, além dos times, craques como Pelé, Zico e o próprio Roberto Dinamite já aderiram à mobilização.

O Vasco é o 13º time do país a entrar na campanha de acessibilidade, que também já mobilizou 55 prefeituras e oito governos estaduais. Segundo nota à imprensa, a intenção da SEDH é formar uma "grande onda" em defesa dos direito das pessoas com deficiência e gerar uma "inclusão gradativa e permanente".

Além dos clubes de futebol e do Poder Público, a Secretaria Especial dos Direitos Humanos também busca a participação da sociedade civil e de entidades empresariais na campanha. No dia 19 de agosto, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) fará sua adesão. Segundo o Censo 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 14,5% dos brasileiros têm algum tipo de deficiência.

Fonte: Notícias Terra

Nenhum comentário: