26 de nov de 2009

SERÁ QUE É PEDIR DEMAIS?

SERÁ QUE É PEDIR DEMAIS?
Eu só quero ter o direito de ir e vir.
Mas com nossas calçadas (Quando existem e não estão destruídas) ocupadas por automóveis,
barracas, bancas, entulho, lixo, cadeiras, motocicletas, material deconstrução, muretas, placas, etc ..., fica difícil ou quase impossível passar.
O direito de ir e vir de todos os cidadãos deve ser respeitado. Não falo em meu nome, mas de todos.
Pessoa com deficiência física, seja ela cadeirante, usuária de muletas, deficiente visual, pessoa com carrinho de bebê, pessoa idosa, pessoa com carrinho de compras, ou qualquer pessoa, com dificuldade de locomoção ou não.
Até você que obstrui a calçada, deve se incomodar quando precisa passar e não consegue, pois elas são estreitas ou irregulares, quando não são inclinadas, escorregadias se molhadas, enfim. Parece exagero, mas se não conseguimos resolver coisas aparentemente tão simples, como vamos cobrar de nossos governantes? Às vezes nem saio de casa!
(Leandro Maia Gonçalves)


Leandro, obrigada pelo envio do texto! Muito bom!
Um ótimo exemplo de alguém que realmente se preocupa e se interessa por um mundo mais acessível, ideal para todos!

Nenhum comentário: