31 de ago de 2009

“Produzindo histórias para todos os sentidos”

A UMAPAZ oferece, nos dias 18 e 25 de setembro, o curso “PRODUZINDO HISTÓRIAS PARA TODOS OS SENTIDOS”, com o objetivo repensar as formas de contar histórias infantis, a fim de torná-las inclusivas e acessíveis universalmente.

Como contar uma história tendo no público pessoas surdas e pessoas cegas?

O curso propõe construir materiais que despertem os cinco sentidos e permitindo o uso de diversos canais de compreensão.

Metodologia: A primeira aula do curso contará com exposição teórica sobre as dificuldades reais e imaginárias apresentadas por crianças com diferentes tipos de deficiência para a compreensão das histórias infantis. Num segundo momento os alunos em grupo irão traçar estratégias para minimizar tais dificuldades. A segunda aula consistirá da preparação do material para a contação de histórias de maneira prática e no treino por parte dos alunos das estratégias para contar a história.

Facilitadora: Fernanda Araujo Cabral, psicóloga com atuação clínica e na área educacional. Experiência em lecionar em escolas especiais e prestação de consultoria de inclusão educacional em escolas regulares. Atualmente, é mestrando no programa de Educação: história, política e sociedade pela PUC, e docente da universidade FMU em São Paulo e atende clinicamente a crianças com dificuldades de aprendizagem e/ou com deficiência.

Publico focalizado: Educadores, psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos, artistas plásticos, pais de crianças com deficiência e pessoas interessadas no tema.

Coordenação: Márcia Amélia Moura - técnica da UMAPAZ
Data: 18 e 25 de setembro de 2009 - Horário: das 14h às 18h
Local: UMAPAZ - Av. IV Centenário, 1268, portão 7-A - Parque do Ibirapuera
Número de vagas: 30 – HAVERÁ SELEÇÃO
Inscrições: enviar ficha de inscrição abaixo para o e-mail:
inscricoesumapaz@prefeitura.sp.gov.br

30 de ago de 2009

Grupo Santander financia reforma para acessibilidade em imóveis comerciais

O Grupo Santander Brasil lançou, em 21 de agosto, a linha de financiamento “Reforma para Acessibilidade”, destinada à obra civil em imóveis comerciais para atender às normas de acessibilidade para pessoas com deficiência. O produto é voltado, por exemplo, para adequação de ambientes, instalação de rampas e elevadores em escritórios, hospitais, instituições de ensino, hotéis, lojas e centro comerciais, entre outros imóveis.

O Santander e o Real financiarão reformas orçadas a partir de R$ 500 mil e com duração a partir de três meses. Somente após o término do prazo de reforma, o cliente começa a pagar o saldo devedor, por meio de prestações mensais. O prazo de pagamento é de até 60 meses. “Desta forma, atenderemos à demanda de clientes que buscam adequar suas instalações conforme as legislações que estabelecem normas gerais e critérios básicos para promover a acessibilidade para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, a serem observados em construções, instalações e adaptações de edificações”, diz José Roberto Machado, diretor de crédito imobiliário da instituição.
Fonte: imovelweb

27 de ago de 2009

Isenção de ICMS sobe para R$70 mil

Desde 1º de agosto passou a vigorar a resolução do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que altera o convênio referente à isenção de ICMS - Imposto sobre Circulação de Marcadorias e Serviços na compra de veículos zero km para pessoas com deficiência.

O convênio, que estabelecia limite de R$60 mil para isenção, passou a valer para modelos até R$70 mil, conforme publicação do Diário Oficial da União em 9 de julho de 2009 - Convênio ICMS 52.

Segundo José Roberto Cardoso, gerente de vendas da Grand Special, concessionário localizada em São Paulo e única no Brasil voltada ao atendimento exclusivo de pessoas com deficiência, a expectativa é que as vendas para o segmento cresçam entre 20 e 30% por conta do novo teto para isenção. "Com o limite elevado para R$70 mil, teremos mais opções de modelos, como o Renault Mégane Grand Tour, o Nissan Grand Livina, o Fiat Línea, o Toyota Corolla XLI 1.8 e o Peugeot 307", salienta o gerente. A medida, no entanto, vale somente para automóveis produzidos no Brasil ou em países que integram o Mercosul e a base do valor para isenção é o preço sugerido pelo fabricante para vendas no varejo.
Fonte: Gazeta de Pinheiros

26 de ago de 2009

TV Câmara inicia transmissão traduzida para a linguagem dos sinais

Na última terça-feira (25), a TV Câmara deu início às transmissões traduzidas para a língua brasileira dos sinais (Libras). A estreia do serviço aconteceu durante a exibição da comissão geral sobre a proposta da redução da jornada de trabalho de 44 para 40 anos.

De acordo com o diretor da TV Câmara, Roberto Seabra, em breve a iniciativa será estendida para outras atividades com transmissão na Casa. "Vamos ampliar a tradução para as audiências públicas das comissões e, em segundo momento, para as sessões do Plenário", ressaltou.

A TV Câmara planeja também disponibilizar um serviço de legendas em closed caption para deficientes auditivos poderem acompanhar as transmissões da emissora. A ação faz parte do Programa de Acessibilidade da Câmara de Deputados, que inclui ainda a contratação de intérpretes para cobrir eventos internos e acompanhar visitantes. A informação é da Agência Câmara.
Fonte: Redação Portal IMPRENSA

24 de ago de 2009

Teatro oferece acessibilidade total na comunicação ao público

RIO - O grupo de arte para transformação social "Os Inclusos e os Sisos - Teatro de Mobilização pela Diversidade" fala sobre diferenças e desigualdades no espetáculo "Ninguém mais vai ser bonzinho".

A peça, que será apresentada no dia 24, às 19 horas, no Centro Cultural Solar de Botafogo (Rua General Polidoro, 180 , Botafogo - Rio de Janeiro), inova ao oferecer de forma inédita acessibilidade total na comunicação ao público. Além de programas impressos, em braile e meio digital, o espetáculo contará com tradução para a Língua de Brasileira de Sinais (Libras) e legenda eletrônica, para pessoas surdas ou com deficiência auditiva. Haverá também audiodescrição, para pessoas cegas ou com baixa visão. A entrada é gratuita.

A peça é uma comédia que mostra formas sutis de discriminação. Quatro pessoas, uma com Síndrome de Down, estão presas em um ônibus que foi sequestrado. Sem perspectiva de ajuda, elas precisam encontrar uma maneira de sair da situação.

Fonte: O Globo

23 de ago de 2009

Criança Esperança – Apae de São Paulo participa da 25ª edição

O Criança Esperança comemora 25 anos e, nesta edição, conta com a participação da APAE DE SÃO PAULO em um videoclipe especial com o tema Inclusão Social não é um sonho, e sim uma realidade. A Instituição realiza um importante trabalho em prol das crianças e adultos com deficiência intelectual há quase 50 anos e já promoveu a inclusão de 828 pessoas com deficiência intelectual no mercado de trabalho. Desses, 96% permanecem nos seus postos.

A Instituição também é considerada referência para a realização do Teste do Pezinho com mais de 13 milhões de crianças examinadas nos últimos anos. A Organização contou com a colaboração dos atendidos do Serviço de Apoio Socioeducativo e do Serviço de Capacitação e Orientação para o Trabalho para a produção do clipe Criança Esperança.

Há 48 anos, a APAE DE SÃO PAULO trabalha para a prevenção da deficiência e para a inclusão das pessoas com deficiência intelectual, proporcionando melhora na qualidade de vida, desde a infância ao envelhecimento. A Organização foi pioneira em introduzir o Teste do Pezinho no país. Este exame obrigatório identifica doenças que, se não tratadas levarão à deficiência intelectual.
Fonte: Rede Notícias

19 de ago de 2009

Associação Brasileira de Bares e Restaurantes entra na campanha da Acessibilidade

A campanha nacional Acessibilidade: Siga essa ideia está chegando às mesas e balcões dos bares e restaurantes do Brasil. Isso porque a presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (Conade), Denise Granja, o ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH), e o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci Jr, assinam nesta quarta-feira (19), às 19 horas, a adesão da entidade empresarial à campanha.

O evento acontece na abertura do 21º Congresso Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (Distrito Federal).

A campanha, coordenada pelo Conade – órgão da estrutura básica da SEDH, foi lançada em 2005, durante a 1ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Tem por objetivo sensibilizar e mobilizar a sociedade para a eliminação das barreiras de atitude, de informação, arquitetônicas, dentre outras, que impedem as pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida a participarem efetivamente da vida em sociedade. O objetivo é favorecer a conscientização e estimular uma ação pró-ativa para a construção de uma sociedade inclusiva, solidária que possibilite igualdade de oportunidades.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Censo 2000, no Brasil existem 24,6 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência ou incapacidade, o que representa 14,5% da população brasileira.

De acordo com dados da Abrasel, o setor representa atualmente 2,4% do PIB brasileiro. Além disso, o hábito da alimentação fora de casa é crescente no país e corresponde a 26% dos gastos dos brasileiros com alimentos. É também um setor com enorme potencial na geração de trabalho, principalmente no que se refere a oportunidades de primeiro emprego, absorção de mão-de-obra não especializada (candidata permanente à exclusão), melhoria da qualificação profissional e desenvolvimento de novas carreiras. A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho foi tema do encontro do presidente Lula com os presidentes das 300 maiores empresas do país, realizado em São Paulo em junho de 2008, e faz parte da Agenda Social do Governo Federal.

A campanha da Acessibilidade está conquistando adesões em todo o país.Várias prefeituras, governos estaduais, clubes de futebol, personalidades públicas como Pelé, Zico, Roberto Dinamite, entre outros já se engajaram.

Veja aqui a lista completa de adesões http://www.mj.gov.br/sedh/documentos/ADESOES_CAMPANHA1.pdf

Conade
O Conade é órgão superior de deliberação colegiada criado para acompanhar e avaliar o desenvolvimento de uma política nacional para inclusão da pessoa com deficiência e das políticas setoriais de educação, saúde, trabalho, assistência social, transporte, cultura, turismo, desporto, lazer e política urbana dirigidos a esse grupo social.

O Conade foi criado para que essa população possa tomar parte do processo de definição, planejamento e avaliação das políticas destinadas à pessoa com deficiência, por meio da articulação e diálogo com as demais instâncias de controle social e os gestores de administração pública direta e indireta.

Veja alguns exemplos de quem aderiu à campanha
Times de futebol: Vasco da Gama (RJ), Corinthians (SP), Botafogo (RJ), Santos (SP), Fluminense (RJ), Grêmio (RS), Internacional (RS), Cruzeiro (MG), Atlético Mineiro (MG), Villa Nova (MG) e o América (MG).

Jogadores: Zico, Roberto Dinamite (presidente do Clube de Regatas Vasco da Gama), Jairzinho (ex-jogador da Copa de 70), Ronaldinho Gaúcho, Clodoaldo, Pepe, Zito, além das medalhistas olímpicas do futebol feminino e os jogadores do elenco profissional do Santos.

Governos: do Distrito Federal, do Piauí, do Maranhão, de Goiás, de Alagoas, de Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul.

Entidades: Conselho Nacional da Juventude (Conjuve), Associação Nacional do Ministério Público de Defesa dos Direitos dos Idosos e Pessoas com Deficiência (Ampid), Confederação Nacional do Comércio (CNC), Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos (Onedef), Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), Avape, Fenavape, Ceal, Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência do Banco do Brasil (Apabb), Instituto Marista de Solidariedade, União Brasileira de Cegos (UBC), Cefet (BA).

Também aderiram a campanha: o Supremo Tribunal Federal (STF), Ministério Público Federal, Ministério Público da Bahia, Editora Microlins Brasil Ltda, OAB – Seccional de Santos, revista Reação / SP, Reatech – Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija Flor de Nilópolis e o vocalista Neguinho da Beija Flor, o professor Marcos Rolim, o ator Marcos Frota e a atriz Mareliz Rodrigues.

Adesão da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) l à campanha Acessibilidade: siga essa idéia
Data: 19 de agosto de 2009 (quarta-feira)
Horário: 19 horas
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães, Setor De Divulgação Cultural, Eixo Monumental, Brasília – DF
Fonte: Rede Notícias

18 de ago de 2009

Semana Municipal das Pessoas com Deficiência inicia hoje

Grupo de Convivência se apresentam durante a Mostra de Dança Cidade de Novo Hamburgo.

A Semana Municipal das Pessoas com Deficiência de Campo Bom inicia com dança. Nesta terça-feira, os 25 participantes do Grupo de Convivência das Pessoas com Deficiência apresentam a coreografia Circo da Alegria no XXIº Dançando – Mostra de Dança Cidade de Novo Hamburgo, no Centro Municipal de Cultura Paschoal. O espetáculo inicia às 20h e é baseado no mundo mágico dos picadeiros. A Semana Municipal dos Portadores de Deficiência segue até próximo dia 25.

O Grupo de Convivência das Pessoas com Deficiência já existe há anos em Campo Bom e reúne pessoas com todos os tipos de deficiência: física, mental e múltipla. O principal é incluir essas pessoas socialmente com práticas, treinamentos e convivência.
Fonte: Diário de Canoas

17 de ago de 2009

Mundo Acessível

Olá!
Tudo bem com vocês?
Estava observando o blog e percebi que faltou eu me apresentar um pouco melhor a todos! Desculpem a falha!!


Há algum tempo tenho me dedicado aos assuntos relacionados à acessibilidade por meio de meu trabalho (já realizei centenas de vistorias junto à Prefeitura de São Paulo), pesquisas, aulas de pós-graduação para me especializar, palestras de profissionais extremamente qualificados, leitura de livros e matérias relacionados ao assunto... enfim, tudo o que possa me trazer mais conhecimento para continuar a me dedicar por esta causa tão importante e fundamental.

Criei este blog, Mundo Acessível, pois acredito que algum dia o mundo será realmente acessível para todos, independente de ter ou não algum tipo de deficiência, classe social, idade, sexo, cor. Onde as pessoas se respeitem acima de tudo e gentileza atraia gentileza, como já diria o poeta.

Pensei em utilizar o peixinho Nemo (do filme Procurando Nemo) como símbolo do blog por tratar-se de um personagem que possui uma nadadeira menor que a outra, porém isso não o impede de correr atrás de seus objetivos, sendo um exemplo de força e perseverança. Além disso, é uma figurinha extremamente simpática!

Com o tempo percebi que o blog vem crescendo e não posso deixar de agradecer a todos que acompanham tudo aquilo que coloco todos os dias, e os comentários deixados, sempre tão carinhosos.

Gostaria de saber o que vocês acham dele (atualmente com o twitter mundoacessivel) e se gostariam de enviar matérias, dicas, vídeos para serem postados. Ele está totalmente à disposição, somar sempre é positivo, principalmente quando se trata de acessibilidade. Tudo será postado com o nome do autor ou responsável pelas imagens ou vídeos.

Mais uma vez MUITO OBRIGADA!!
Um abraço,
Renata

Socorro será modelo para Copa do Mundo de futebol

O município de Socorro é a maior referência brasileira às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida e vai servir como modelo para as cidades brasileiras que serão sedes da Copa do Mundo de Futebol de 2014.

Os projetos de acessibilidade desenvolvidos nos últimos quatro anos despertaram a atenção das autoridades de grandes capitais, inclusive do Rio de Janeiro, que pretende utilizar como exemplo as ações de Socorro. O objetivo é cumprir a legislação nacional sobre acessibilidade e executar as exigências impostas pela organização da Copa.

Conhecida pelo tradicional roteiro paulista de turismo de aventura, a estância hidromineral de Socorro, começa a ganhar fama também como principal destino para a aventura especial do Brasil. A cidade já ganhou alguns equipamentos públicos adaptados para a recepção e a prestação de serviços adequados às pessoas com deficiências físicas e motoras. Atualmente, Socorro recebe 400 mil turistas por ano e 10% têm alguma deficiência ou mobilidade reduzida.
A cidade é um exemplo de sucesso do projeto de estruturação denominado 10 Destinos Referência em Segmentos Turísticos, do Ministério do Turismo. Socorro recebeu investimentos de R$ 1,5 milhão para a adaptação de calçamentos, construção de banheiros e rampas de acesso para pessoas em cadeira de rodas, demarcação de vagas de estacionamento para motoristas especiais e instalação de semáforos sonoros para deficientes visuais. As adaptações estão em curso em nove pontos da cidade, como o Horto Florestal, a Praça Nove de Julho, os portais, o Centro de Eventos, o centro histórico e o Palácio das Águias, sede do governo municipal.

A prefeita de Socorro, Marisa de Souza Pinto Fontana (PSDB), lembrou que o projeto beneficia toda a sociedade, incluindo a adaptação para a prática de esportes e outras atividades de lazer, como tirolesa, arvorismo, rapel, off-road, caminhada de curta duração, cavalgada e rafting. “Os projetos contemplam aqueles que buscam o turismo especial, mas vai muito além disso, pois atende aos desejos da população como um todo, desde as crianças aos idosos. É uma inclusão através de uma acessibilidade universal”, explicou.

Depois de quatro anos de trabalho, Socorro encerrou 2008 com um número crescente de hotéis, restaurantes e locais públicos adaptados ou em fase de adaptação. O Decreto Federal nº 5296/2004 e a norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) 9050/2004 foram usados como parâmetros legais desse projeto.

Duas leis municipais foram também publicadas. A de número 3281/2008 regulamenta regras mínimas de segurança na prática de turismo de aventura e ecoturismo, e a 3300/2009 estabelece normas gerais e critérios para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

Esse processo para garantir a acessibilidade, diz a prefeita, foi estimulado pelo projeto do Ministério do Turismo e contou também com o apoio dos empresários locais, que investiram para transformar seus negócios. A um custo de R$ 300 mil, os hotéis foram equipados com telefones para surdos; placas, mapas e cardápios em braile; pisos e rampas de acesso para cegos e cadeirantes, entre outras adaptações nos chalés e apartamentos. Os equipamentos de lazer, como os brinquedos nos parque de diversões, os tratores que fazem passeios, as bicicletas, triciclos e quadriciclos, além dos equipamentos de aventura, também foram adaptados para se tornarem acessíveis.

Além disso, os cem funcionários passaram por programas de qualificação promovidos pelo Ministério do Turismo, incluindo o aprendizado de Libras. “São medidas que garantem com facilidade o acesso das pessoas de baixa mobilidade e as adaptações devem servir como exemplo para outros locais”, disse o vereador Luciano Taniguchi (PSDB), que é cadeirante.

O futuro de Socorro, afirmou a prefeita Marisa, vem sendo traçado pela parceria entre os governos federal, estadual e municipal, empresas e entidades do terceiro setor. “Por isso, o projeto é considerado um sucesso”, disse.

O projeto Socorro Destino Referência em Turismo Especial é uma parceria entre Prefeitura, Ministério do Turismo, Instituto Casa Brasil de Cultura (ICBC), Associação para Valorização e Promoção de Excepcionais e Associação Brasileira de Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta). Até o final do ano, a cidade também será um dos produtos em exposição no Salão do Turismo 2009, além de ser objeto de campanha de promoção direcionada ao consumidor de aventura especial.
Texto: Gilson Rei

14 de ago de 2009

Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural oferece Oficinas de Arte gratuitas

O Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural está com inscrições abertas para as aulas nas Oficinas de Arte da Casa de Cultura de Santo Amaro. A parceria entre as instituições oferecerá aulas gratuitas para pessoas com e sem deficiência intelectual, a partir dos 10 anos de idade, em um total de 24 vagas. Serão duas turmas, às terças-feiras, com início no próximo dia 18 de agosto.

Supervisionados pela equipe multidisciplinar do Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, que conta com artista plástica, pedagoga, psicólogo e arte-educador, os jovens e adultos desenvolverão trabalhos de desenho e pintura, que auxiliarão na parte motora e no estímulo à criatividade. Dessa forma, o Instituto Olga Kos está expandindo sua atuação, com livre acesso à comunidade, promovendo uma integração natural entre os participantes com e sem deficiência intelectual, favorecendo esse convívio. Esta será a primeira vez, desde o início do projeto “Pintou a Síndrome do Respeito”, realizado pelo Instituto Olga Kos, que as Oficinas de Arte serão ministradas em uma entidade pertencente ao poder público, no caso, a Secretaria Municipal de Cultura. Até então, as Oficinas eram realizadas exclusivamente nas instituições especializadas no atendimento às pessoas com deficiências, como as parceiras APAE-SP, ADID, ADERE, APOIE, CCM, CEDE, Grupo Chaverim e Sociedade Pestalozzi de São Paulo.

O Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que atua nacionalmente, desde 2007, com promoção, divulgação e participação em atividades culturais de diversas áreas, contribuindo com a educação, inclusão social, cultural, esportiva e geração de renda para pessoas com deficiência intelectual. Premiado pelo Ministério da Cultura, por meio da Secretaria de Programas e Projetos Culturais (SPPC), em parceria com o Ministério da Saúde, o Instituto Olga Kos recebeu este ano o Prêmio Cultura e Saúde, que faz parte do Programa Nacional de Cultura, Educação e Cidadania – Cultura Viva.

Dentre os projetos do Instituto Olga Kos estão o “Resgatando Cultura”, que contempla a exposição e a publicação de livros de arte sobre a obra de artistas plásticos contemporâneos, as Oficinas de Arte do programa “Pintou a Síndrome do Respeito” e os projetos de “Karatê e Taekwondo”, criados para promover a inclusão sociocultural de crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual.

Oficinas de Arte na Casa de Cultura de Santo Amaro – Projeto “Pintou a Síndrome do Respeito”
Inscrições abertas – 24 vagas para pessoas com e sem deficiência intelectual
Período: 18 de agosto a 6 de outubro de 2009
Dias / Horários: Terças-feiras (Turma A – 14 às 16 horas / Turma B – 16 às 18 horas)
Endereço: Praça Dr. Ferreira Lopes, 434 – Santo Amaro
Mais informações: Casa de Cultura de Santo Amaro – 5522-8897
Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural: 3081-9300 / projetos@institutoolgakos.org.br /

Fonte: atelierdeideia.wordpress.com

13 de ago de 2009

"Viva as Diferenças"

Em 21 de março houve o lançamento da revista “Viva as Diferenças!” na Secretaria do Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

O Instituto Mauricio de Sousa e o Instituto MetaSocial uniram-se, acreditando na importância de difundir o respeito à diversidade como meio de vencer barreiras e unir diferenças.

Como resultado dessa parceria, e com apoio da MANTECORP, o Instituto Mauricio de Sousa lançou a revista com o propósito de esclarecer a população sobre alguns aspectos da Síndrome de Down e, desta forma, ampliar a oportunidade de inclusão e a possibilidade de aprendizado mútuo, reforçando o conceito de que cada ser é único e que Ser Diferente é Normal.

Conviver com as diferenças possibilita uma troca de conhecimentos enriquecedora, e é o primeiro passo para se aprender a valorizá-las e respeitá-las.

12 de ago de 2009

CADV promove campeonato de xadrez para deficientes visuais por meio da Lei de Incentivo ao Esporte

O Centro de Atendimento ao Deficientes Visuais do Acre (CADV), inciou aulas para os participantes com deficiência visual que estão inscritos para o Primeiro Campeonato de Xadrez e Dominó que ocorrerá no próximo mês para os “especiais” do centro e da comunidade local. As inscrições estão sendo feitas gratuitamente na sede do CADV.

O Campeonato é fruto da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, que aprovou o projeto de R$ 7 mil, que a Associação dos Deficientes Visuais apresentou, e que está garantindo o campeonato de Xadrez para os participantes de todos os núcleos da sociedade. As vagas são limitadas por modalidades, e pode participar qualquer pessoa com ou sem visão.

As pessoas com deficiência visual diferentes dos demais, no momento da locomoção adotam outra metodologia, e outros sensores para se guiarem. Para eles, o tato é dos maiores sensores de direção. Pesquisas já comprovaram que o jogo de xadrez desenvolve sensor lógico de direção, onde o movimento e raciocínio do jogo instrui o jogador para que lado deve seguir, ou jogar.

Segundo o presidente da Associação Héliton Nascimento, a proposta do projeto “Na Ponta dos Dedos”, tem objetivo de trazer para o Estado uma modalidade de esporte nova para o deficiente. As aulas vão dar suporte para os inciantes no xadrez e dominó, pois muitos não tem o domínio do jogo, principalmente com o xadrez. E conta que as peças são adaptadas especialmente para o jogador com deficiência visual, e o tabuleiro tem encaixes e alto relevo para que o jogador possa sentir na ponta dos dedos a diferença de cada peça.

Respeitar as diferenças é adotar a consciência que a necessidade de respeito ao outro, leva-se em conta a diversidade humana e a igualdade de direitos e de oportunidades, sejam elas educacionais, esportivas ou lazer. Respeitando o outro com sua diferença e exigindo para si o mesmo respeito.

Texto: Lane Valle

11 de ago de 2009

200 Anos de Nascimento de Louis Braille - O Sistema Braille como instrumento de conquistas

De agosto a novembro de 2009 as instituições da Comissão Paulistana para o Bicentenário de Louis Braille organizam palestras com temas relacionados ao sistema de escrita e leitura em relevo e seu inventor.

Serão abordados temas como a produção de livros em braille, a evolução do sistema braille no mundo, a importância de Louis Braille para as pessoas cegas, novas tecnologias, educação de pessoas com deficiência visual e políticas públicas nesta área. As palestras buscam aproximar o tema da deficiência visual dos mais diversos públicos da comunidade já que uma das dificuldades do deficiente visual é que as demais pessoas a sua volta não conhecem os recursos disponíveis para o aprendizado e as possibilidades de inclusão das pessoas cegas e com baixa visão.

Com inscrições gratuitas as palestras são voltadas para professores, profissionais, familiares e demais interessados. O ciclo inicia no dia 26 de agosto, das 15h às 17h com a palestra "A Produção do Livro em Braille". Promovido pela Fundação Dorina e Associação Brasileira de Educadores de Deficientes Visuais o encontro acontece na Sala de Debates do Centro Cultural São Paulo, Rua Vergueiro, nº 1000 - Paraíso, São Paulo. Inscrições: (11) 5087-0954 eventos@fundacaodorina.org.br

As demais palestras serão: "O Braille Nosso de Cada Dia", no dia 12 de setembro, das 15h às 17h. Realizada na Sala de Debates do Centro Cultural São Paulo, e promovida pela ADEVA, CADEVI e Biblioteca Louis Braille do Centro Cultural São Paulo.

"O Braille nos dias de Hoje: sua história e seu futuro", promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil acontecerá no dia 19 de setembro, as 8h30min, no Museu da Bíblia, Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, nº 672, Barueri. Inscrições: (11) 3245-8985 ou 3474-5733.

"O Sistema de Leitura e Escrita em Braille no Processo Educacional do Público Deficiente Visual", promovido pelo Centro de Apoio Pedagógico Especializado de São Paulo, Instituto de Cegos Padre Chico, Projeto Acesso e URDV e CAPE-SP, acontecerá no dia 07 de outubro, das 14h às 17h, no CAPE São Paulo, Rua Pensilvânia, nº 115, Brooklin, São Paulo. Inscrições: (11) 5091-3700 cape@edunet.sp.gov.brJá a palestra

"O Braille no Cenário das Novas Tecnologias", promovida pela Associação Brasileira de Assistência ao Deficiente Visual - LARAMARA acontecerá no dia 11 de novembro de 2009, das 13h30 às 16h, no Auditório da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 - Portão 10 - Barra Funda.Inscrições: (11) 3660-6412 eventos@laramara.org.br

O ciclo de palestras "200 Anos de Nascimento de Louis Braille - O Sistema Braille como instrumento de conquistas" encerra no dia 18 de novembro, das 15h as 17h com o tema "Políticas públicas e o Braille". Organizado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Secretaria de Estado da Educação o encontro será no Auditório da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 - Portão 10 - Barra Funda.Inscrições: (11) 5091-3700 cape@edunet.sp.gov.br
Fonte: Sentidos

9 de ago de 2009

Produtos de acessibilidade recebem certificação

A plataforma Easy Vertical e a linha de cadeiras elevatórias Easy Chair, fabricadas pela ThyssenKrupp Elevadores - multinacional alemã com filiais em todas as capitais brasileiras, receberam certificação de “Produto Inclusivo” do Instituto Brasil Acessível (IBA). Para isso, foram avaliados em segurança de uso, acessibilidade, uso independente, conforto, estética e flexibilidade.

O selo é emitido para assegurar aos especificadores e consumidores que os produtos atendem aos padrões apropriados ao uso universal e visa a garantir a acessibilidade no espaço construído como direito de todos. Além disso, essa é mais uma ação do IBA para garantir que o assunto seja debatido e ganhe cada vez mais visibilidade, valorizando as empresas e produtos que atendam aos critérios.

O interesse pelos conceitos de arquitetura inclusiva vem crescendo e, segundo a arquiteta Sandra Perito, presidente do IBA, as empresas que estão dispostas a se adequar a essa tendência demonstram sua importância e relevância no mercado da construção civil.

8 de ago de 2009

Campanha de acessibilidade mobiliza times de futebol

Antes de começar a partida deste sábado (8) pela série B do Campeonato Brasileiro de Futebol contra o Campinense Clube, da Paraíba, o Clube de Regatas Vasco da Gama fará a adesão à campanha "Acessibilidade: Siga essa Idéia", promovida pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República.

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, vai assinar um termo de compromisso e anunciar que pretende fazer reformas para tornar o estádio mais acessível a pessoas com deficiência. Antes de a bola rolar, crianças e adultos darão uma volta olímpica no campo com a bandeira da campanha.

A idéia é gerar imagens para serem veiculadas pelas emissoras de televisão. A procura dos clubes de futebol é "uma estratégia de visibilidade", explica Denise Granja, presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (Conade). Segundo ela, além dos times, craques como Pelé, Zico e o próprio Roberto Dinamite já aderiram à mobilização.

O Vasco é o 13º time do país a entrar na campanha de acessibilidade, que também já mobilizou 55 prefeituras e oito governos estaduais. Segundo nota à imprensa, a intenção da SEDH é formar uma "grande onda" em defesa dos direito das pessoas com deficiência e gerar uma "inclusão gradativa e permanente".

Além dos clubes de futebol e do Poder Público, a Secretaria Especial dos Direitos Humanos também busca a participação da sociedade civil e de entidades empresariais na campanha. No dia 19 de agosto, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) fará sua adesão. Segundo o Censo 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 14,5% dos brasileiros têm algum tipo de deficiência.

Fonte: Notícias Terra

Banco distribui chaves de segurança eletrônica para deficientes visuais

O Bradesco começou a distribuir para sua base de clientes com deficiência visual um dispositivo de segurança eletrônico. Trata-se de um aparelho que quando acionado gera senhas aleatórias para a realização de operações por meio do Bradesco Internet Banking, aumentando a segurança transacional.

As sequências numéricas são emitidas por áudio, na velocidade e no volume ajustados pelo cliente.

O dispositivo também pode ser utilizado por pessoas com visão subnormal, pois conta com um visor de cristal líquido e botões numéricos em tamanho grande para facilitar a visualização das informações por esses clientes.

O Bradesco lançou de forma pioneira o software de acesso a internet para pessoas com deficiência visual, o Virtual Vision, em 1998. Atualmente o Bradesco internet banking conta com cerca de 5 mil clientes portadores de deficiência visual ou visão subnormal.
Fonte: wnews

7 de ago de 2009

Pré-conferências sobre inclusão e acessibilidade continuam na Área Central de Santos

A comunidade da Área Central de Santos (Av. Campos Salles, 128) poderá participar a partir de hoje, às 15h, da segunda pré-conferência regional para discutir propostas sobre inclusão e acessibilidade. Trata-se de um dos 12 encontros que antecedem a ‘5ª Conferência Municipal de Inclusão das Pessoas com Deficiência’, marcada para setembro, com foco no tema ‘Índices de inclusão e acessibilidade: ferramentas indispensáveis para a formulação e execução de políticas públicas’.

Além de ser uma oportunidade para debater questões de aprimoramento do setor, as pré-conferências elegem delegados titulares e suplentes que terão poder de voto na 5ª Conferência e poderão ainda ser eleitos membros do Condefi (Conselho Municipal para Integração das Pessoas com Deficiências).

Programação - As próximas pré-conferências regionais serão na segunda-feira (dia 10), na Zona Leste (Estação da Cidadania – Av. Ana Costa, 340); dia 12, no Dear-M (Departamento da Administração Regional dos Morros, Av. Santista, 740, Nova Cintra); e dia 14, na área continental (escola municipal Judoca Ricardo Sampaio Cardoso, Rua Xavantes, 70, Caruara). O horário é sempre a partir das 15h.

Na segunda quinzena, acontecerão os encontros temáticos na Estação da Cidadania. As cinco primeiras pré-conferências, em torno dos temas Educação, Saúde, Assistência Social, Assuntos Jurídicos, e Transporte e Trânsito estão marcadas para as 15h dos dias 17, 19, 21, 24 e 26, respectivamente. O assunto Urbanismo, Arquitetura e Acessibilidade será destaque no dia 28, e Esportes, no dia 31, ambos às 19h.


Os interessados em participar das reuniões deverão apresentar o documento de identidade. A realização é do Condefi, com apoio da prefeitura, por meio da Code (Coordenadoria de Defesa de Políticas para Pessoas com Deficiência).
Fonte: Depto. Imprensa - Prefeitura Municipal de Santos

6 de ago de 2009

Secretaria recebe números do setor bancário sobre capacitação de pessoas com deficiência

A Comissão da Diversidade, instituída pela Febraban - Federação Brasileira de Bancos para operacionalizar o “Programa de Capacitação Profissional de Pessoas com Deficiência no Setor Bancário” participou de reunião na Secretaria do Trabalho. No encontro foi apresentada uma prévia do relatório que aponta os principais resultados da capacitação e inclusão de pessoas com deficiência no setor bancário.

O projeto-piloto, iniciado em parceria com as secretarias municipais do Trabalho e da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida em novembro 2008, oferece capacitação e emprego para 497 pessoas com os mais diversos tipos de deficiência. Elas foram pré-selecionadas pelo Programa Inclusão Eficiente, no CAT- Centro de Apoio ao Trabalho, da Secretaria do Trabalho. Desses, 348 alunos concluintes do ensino médio começam a trabalhar em setembro deste ano no sistema bancário nas funções de operador de call center, iniciante de agência, iniciante administrativo e caixa. Já os 135 estudantes que ainda estão concluído o supletivo do ensino fundamental deverão ser inseridos no setor em 2010. Durante toda capacitação os alunos recebem salários de R$ 675,76, por uma jornada diária de quatro horas de trabalho e os mesmos benefícios da Convenção Coletiva do Setor.

O relatório do Programa com os estudos e resultados deverá ser apresentado, na íntegra, à sociedade e demais instituições interessadas ainda esse mês.
Texto: Regina Ramalho


5 de ago de 2009

A cidade do Rio de Janeiro será sede do VIII Encontro Nacional do CVI-Brasil

O Centro de Vida Independente do Rio de Janeiro (CVI-Rio), em parceria com o Centro de Vida Independente de Maringá (CVI-MGA) realizarão de 26 a 28 de agosto o VIII Encontro Nacional do CVI-Brasil: A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e os Novos Paradigmas Sociais, no Centro Integrado de Atenção à Pessoa Portadora de Deficiência (CIAD-Mestre Candeias), à Av. Presidente Vargas, 1.997 - Cidade Nova, Rio de Janeiro.

A realização do evento conta com o patrocínio da Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (CORDE), além do apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência do Rio de Janeiro.

O encontro pretende mobilizar, fortalecer e ampliar a representatividade do Movimento de Vida Independente em defesa dos direitos das pessoas com deficiência, analisando as ações atuais e seu papel indutor das transformações sociais em direção a uma sociedade inclusiva, e estabelecendo projeções futuras para a perspectiva de ampliação do movimento, com a formação de novas lideranças, com o sentido de fortalecer os princípios de inclusão e direitos humanos.

Mais informações sobre o evento poderão ser obtidas pela C&M Congresses and Meetings, através do telefone (21) 2539-1214, ou pelo e-mail cm@cmeventos.com.br, com a Sra. Constança Carvalho.
Fonte: Redação Sentidos

4 de ago de 2009

CDHU inicia construção de primeiro conjunto habitacional exclusivo para idosos de baixa renda

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) autorizou na segunda-feira, dia 3 de agosto, o início das obras do primeiro conjunto habitacional do programa Vila Dignidade, destinado exclusivamente a idosos de baixa renda. Localizado em Avaré, no interior de São Paulo, o empreendimento de 22 casas será construído pela Construtora Sequência, vencedora da licitação. O investimento está estimado em R$ 1,8 milhão.
O programa Vila Dignidade prevê a construção de pequenas vilas, com até 24 unidades habitacionais, que respeitem os conceitos do Desenho Universal, além de infraestrutura completa e espaços de convivência, onde os moradores terão assistência social e atividades socioculturais e de lazer.

O empreendimento de Avaré terá casas horizontais, com sala conjugada à cozinha, um dormitório, banheiro, área de serviço e uma pequena área externa nos fundos, que pode ser utilizada como jardim ou horta. Como são projetadas para idosos, vários itens de segurança e acessibilidade estão previstos nas residências, como barras de apoio, pias e louças sanitárias em altura adequada, portas e corredores mais largos, interruptores em quantidade e altura ideais, rampas e pisos antiderrapantes, entre outros. As áreas comuns do condomínio também terão recursos de acessibilidade para facilitar a locomoção e dar segurança aos moradores.

Além de Avaré, a CDHU ainda investirá R$ 10 milhões na construção de outros seis conjuntos do programa nos municípios de Cubatão, Caraguatatuba, Itapeva, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Santos. Em seguida, o Governo do pretende expandir o programa para todo o Estado.

Para se candidatar ao Vila Dignidade, o idoso deve ter 60 anos ou mais, ser independente para a realização das tarefas diárias, ter renda mensal de até dois salários mínimos, ser só ou não possuir vínculos familiares sólidos e morar há pelo menos dois anos no município.

O programa Via Dignidade é uma ação conjunta da CHDU, do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (FUSSESP) e das secretarias da Habitação, de Assistência e Desenvolvimento Social (Seads), de Economia e Planejamento e da Cultura, em parceria com as prefeituras de São Paulo.
Fonte: Piniweb

3 de ago de 2009

Assim Vivemos, 4° Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência acontecerá no Rio, Brasília e São Paulo

No segundo semestre o Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo serão sedes do Assim Vivemos - 4º Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência. Na programação deste ano predominam filmes centrados nos indivíduos: em suas subjetividades, sentimentos, idéias, conflitos familiares e dramas pessoais, refletindo uma tendência do documentário e da produção artística em todo o mundo.

Criado por Gustavo Acioli e Lara Pozzobon, o Festival, patrocinado pelo Centro Cultural Banco do Brasil, é promovido a cada dois anos. Sua primeira edição foi realizada em 2003, no Rio de Janeiro e em Brasília. Desde então, o festival proporciona todas as acessibilidades nas sessões dos filmes como a audiodescrição (descrição de tudo o que aparece na imagem doos filmes e que não pode ser entendido apenas pelo áudio), legendas com closed caption (inclusive filmes brasileiros), intérpretes de Línguas de Sinais (LIBRAS), catálogos em braille, além de disponibilizar acessos adaptados para pessoas em cadeira de rodas.

O festival será realizado de 04 a 16 de agosto no Rio de Janeiro, de 25 de agosto a 06 de setembro em Brasília e de 07 a 18 de outubro em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil. Serão exibidos 24 filmes de 13 países. O Brasil participa com quatro produções nacionais. Sentidos à flor da Pele, de Evaldo Mocarzel, Pindorama, de Roberto Berliner, Lula Queiroga e Leo Crivellare, Dreznica, de Anna Azevedo e O Vôo da Cegonha, de Laly Cataguases.

Também serão realizados debates sobre temas específicos congregando pessoas com deficiência, profissionais especializados, professores universitários, diretores de cinema, entre outros.

Todas as sessões terão entrada franca. Veja a programação completa acessando o link:


Fonte: Sentidos.uol.com.br

1 de ago de 2009

Blog Mundo Acessível no Jornal Destak

O Blog Mundo Acessível, destinado à divulgação de informações referentes à acessibilidade, foi indicado pelo Jornal Destak no dia 06/07/2009.


Valeu pelo apoio!