6 de jan de 2010

Prefeitura de SP cria censo para pessoa com deficiência

A Prefeitura de São Paulo passará a elaborar um levantamento socioeconômico periódico da população com deficiência da cidade. O objetivo do Programa Censo-Inclusão, sancionado hoje pelo prefeito Gilberto Kassab, é, a partir dos dados coletados, elaborar políticas públicas específicas para a inclusão de deficientes.

A autora do projeto, vereadora Mara Gabrilli (PSDB), acredita que a coleta de dados da primeira edição do censo deve ser iniciada este ano. Segundo ela, conhecendo melhor a população com deficiência - estimada em 1,5 milhão de pessoas em São Paulo -, os setores de comércio e serviço, por exemplo, poderão se adaptar melhor a esse público.

"Atualmente a maioria das pessoas com deficiência não é bem-recebida pelo comércio da cidade em geral. Um levantamento como esse pode jogar luz para este potencial público consumidor, hoje praticamente ignorado", diz. Ela também destaca que com os dados do levantamento as instituições de ensino poderão dimensionar melhor seus espaços e recursos.

O censo será feito a cada quatro anos pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), que também será responsável pelas parcerias e convênios necessários para a realização do levantamento. O relatório final será chamado Cadastro-Inclusão e ficará disponível para livre consulta no site da Prefeitura de São Paulo e na SMPED.

Fonte: Ana Luísa Westphalen - Agência Estado

Nenhum comentário: