11 de mar de 2010

Cemat faz doação de livros em braile ao Instituto dos Cegos

A inclusão social do deficiente visual em Cuiabá ganha um importante reforço nesta sexta-feira (12). A Cemat fará a doação de 350 livros em braile ao Instituto dos Cegos do Estado de Mato Grosso (Icemat), entidade que atende hoje 183 pessoas com deficiência visual, dos 6 aos 60 anos de idade. Os títulos "A felicidade das borboletas", "Para dançar com os anjos", "A semente da verdade" e "O grande dia" pertencem à coleção "Um presente para todos nós", de autoria da escritora Patrícia Engel Secco, e foram patrocinados pela Rede Energia, por intermédio da Lei de Incentivo à Cultura, com apoio da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

A doação será feita nas instalações do próprio instituto pelo gerente do Departamento de Regulação e Ouvidoria da Cemat, Fernando Carlos de Luna, ao presidente do Icemat, Ângelo Alberto Santos de Lima. Dos livros doados, uma parte vai compor o acervo da instituição e outra parte será doada a cada um dos alunos matriculados. O dirigente detêm apenas 2% da visão, fruto da febre tifóide adquirida pela mãe no sétimo mês de gestação. Ângelo conhece bem as limitações impostas pela sociedade a pessoas portadoras de necessidades especiais. Ele relata que homens e mulheres que possuem cegueira ou baixa visão encontram dificuldade de acesso a livros no formato em que possam ler.

"A acessibilidade a livros em braile dão autonomia à pessoa com deficiência visual e essa iniciativa da Cemat mostra que a empresa realmente promove a responsabilidade social porque propicia a inclusão social da pessoa portadora de deficiência visual", reforça. Fernando Luna lembra que a educação é um dos focos da Política de Sustentabilidade das empresas Rede Energia, assim como o item "Educação Básica de qualidade para todos" das Metas do Milênio e campanha Todos pela Educação. "Conhecemos a importância do Instituto para a formação escolar de pessoas com deficiência e acreditamos que o uso dos livros é uma forma de minimizar a escassez de publicações no formato voltado para pessoas com deficiência visual", acrescentou o gerente.

Mensagem - Os livros não só permitem a leitura em braile, mas também podem ser utilizados por aqueles alunos que possuem baixa visão e por aqueles que não apresentam deficiência visual. Eles são ilustrados e trazem narrativas especiais que tratam de sonhos, descobertas, desafios, amizade e valores morais como o respeito, a ética, a cidadania e a família. No ano passado, a Cemat fez a doação de 840 unidades desses mesmos livros à Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para compor o acervo de bibliotecas de instituições que abrigam portadores de deficiência visual. A secretaria também recebeu 10 mil exemplares do livro "As aventuras de Lelê e Trix - A experiência investigativa", também da autora Patrícia Engel Secco (Editora Boa Companhia) voltado para alunos do Ensino Fundamental.

Icemat - O Instituto dos Cegos do Estado de Mato Grosso é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que sobrevive com a ajuda da comunidade e através de convênios com alguns órgãos públicos e particulares. É mantenedora de uma Escola Especial para Deficientes Visuais e conta com discentes cegos matriculados que recebem assistência em regime de internato e semi-internato, com alimentação, atendimento médico hospitalar, educação pelo método Braille, Atividade da Vida Diária, Comunicação, Informática, Música, Atividades Desportivas e Itinerância em todos os níveis de ensino.
Fonte: O Documento - Cuiabá

Nenhum comentário: