30 de set de 2011

APAE de São Paulo realiza show de talentos na capital

A APAE DE SÃO PAULO realiza na próxima quarta-feira, 5 de outubro, no Teatro Gazeta, das 18h às 22h, o primeiro “Show de Talentos dos Atendidos da APAE DE SÃO PAULO”. A proposta do evento, que será comandado pelo apresentador Raul Gil, é fazer com que o contato com a arte ressalte os diferenciais dos atendidos pela Organização, que têm deficiência intelectual.

Ao todo, são 37 participantes, que vão concorrer nas categorias ator, cantor, dança individual, dublagem, poeta, top model e artista plástico. Eles serão avaliados por um júri composto pelas atrizes Elke Maravilha e Marly Marley, o consultor de moda Namie Wihby, a estilista Silvia Ferraz, o figurinista Alex Dario e o ator Berg Bergman.

O Show de Talentos é aberto ao público e os convites custam R$ 5. Para adquiri-los, é preciso entrar em contato com a APAE DE SÃO PAULO pelo telefone (11) 5080 7000.

Serviço:
Show de Talentos da APAE DE SÃO PAULO
Data: 05/10/11
Horário: 18h30 às 22h
Local: Teatro Gazeta (Av. Paulista, 900 – Térreo - São Paulo, SP) – Estação Trianon do Metrô
Convite: R$ 5
Informações: (11) 5080 7000



16 de set de 2011

Stevie Wonder agradece Jobs por acessibilidade do iPhone

Quem acompanha a Apple sabe que, de vez em quando, aparecem histórias de usuários dizendo como os produtos da empresa de Cupertino os ajudaram a mudar o seu mundo. Steve Jobs e sua equipe fizeram smartphones e tablets acessíveis a todos, com funcionalidades que ajudam, por exemplo, deficientes visuais a usar um iPhone, um iPad ou iPod.

No último fim de semana, o cantor Stevie Wonder fez uma apresentação em um clube em Los Angeles, tocando algumas músicas e também fazendo discursos motivacionais para ajudar outros cegos. Em um vídeo gravado por um fã, o cantor agradece a Steve Jobs e à Apple por terem feito da tecnologia algo acessível a todos. "Não há nada que você possa fazer no iPhone ou iPad que eu não consiga", disse. Stevie é cego desde o nascimento, devido a complicações de um tratamento médico-hospitalar.

O vídeo está disponível no YouTube, pelo atalho http://bit.ly/red0eW (o agradecimento ao cofundador da Apple começa nos 4min38s).
Fonte: www.terra.com.br

9 de set de 2011

Palestra de Mara Gabrilli emociona

A palestra realizada pela deputada federal Mara Gabrilli (PSDB) emocionou os participantes do seminário que o PSDB está promovendo em São Caetano, especialmente porque grande parte da plateia era formada por cadeirantes, como ela.

Mara contou sua história e discorreu sobre várias transformações que ocorreram na cidade de São Paulo a partir de projetos e leis de sua iniciativa a respeito de acessibilidade, no seu mandato como vereadora. Eleita deputada federal, levou os mesmos projetos e lei para serem agora seguidos e aplicados em todo o País, o seu desejo maior.

Durante a palestra, Mara elogiou a sensibilidade do prefeito José Auricchio Jr., de São Caetano, por ter criado a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida. Segundo a deputada, a preocupação de Auricchio a respeito do assunto é coisa rara em outros municípios.

A deputada descreveu seus projetos de acessibilidade versando sobre calçadas, rampas, elevadores, sanitários e adaptação de todos meios de transportes para facilitar o acesso dos portadores de deficiências. Informou que também criou uma lei que obriga os estabelecimentos públicos ou privados que atendem pessoas, a terem um intérprete do código de Libras (Linguagem de Sinais).

Segundo Mara, há no país 40 milhões de brasileiros que sofrem discriminação por sofrerem alguma deficiência. No seu entender, aos poucos eles estão conseguindo ser respeitados como cidadãs e cidadãos, no trabalho e também na prática de esportes. "Atualmente - disse - muitos deficientes que viviam trancafiados em suas casas, despertaram para a vida e para a alegria de viver em sociedade".
No final da apresentação, Mara foi aplaudida de pé, por longos minutos, pelo público. O ciclo de palestras promovido pelo PSDB será concluído no próximo dia 19 com palestra do deputado estadual e secretário de Meio Ambiente do Estado, Bruno Covas.
Fonte: ABC Repórter

8 de set de 2011

Deficiente deve receber cadeira de rodas do Estado

A 4ª Vara de Fazenda Estadual de Minas Gerais mandou o Estado fornecer uma cadeira de rodas motorizada a um deficiente físico que não tem recursos financeiros para comprá-la. Além disso, o Estado deve inscrevê-lo em políticas públicas de saúde. A juiza que analisou o caso entendeu que esta medida é imprenscindível para resguardar a saúde do autor da ação. O não cumprimento da medida acarretará multa diária de R$ 1 mil.

O deficiente é pensionista do INSS e portador de uma deficiência física decorrente de poliomielite. No pedido, ele argumenta que mora sozinho, não recebe ajuda de familiares e, para complementar a sua pensão de R$380,00 se arrasta pelas ruas mendigando. Por ser “incapaz de arcar com a aquisição da cadeira sem prejuízo do seu sustento”, ajuizou a ação.

Ao analisar o caso, a juíza Riza Aparecida Nery constatou que o deficiente é portador de sequelas “graves” decorrentes da doença e necessita com urgência da cadeira de rodas. Ressaltou que os gastos e procedimentos que poderão ser adotados para atender à determinação não irão extrapolar o dever estatal de garantir a preservação da saúde. “Os bens jurídicos tutelados por esta decisão devem ser resguardados mesmo quando a providência reclamada implique a adoção de medidas administrativas e gastos extraordinários”, argumentou.

Ao conceder a tutela antecipada, a juíza avaliou os danos à saúde e à vida do deficiente, caso tivesse de aguardar a decisão no final da ação. “O perigo de se aguardar a decisão final é correlato ao risco de danos irreparáveis à vida do deficiente, que não está recebendo, na rede oficial, o instrumento que tornaria possível uma vida mais digna, com respeito às suas limitações físicas e à sua saúde”, ponderou.



Fonte: Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2011